LGPD e COMPLIANCE: saiba porque é importante estar a adequado a esse novo modelo

05

Feb

Nunca o Compliance esteve tão em alta como nos últimos meses. Além das mudanças envolvendo a atual pandemia, outra questão trouxe destaque: a aprovação da LGPD. Juntos, estes conceitos são capazes de alavancar os resultados da empresa ou gerar uma má imagem da mesma no mercado, caso não sejam aplicados.

Entenda melhor a importância da LGPD e do Compliance.

O que é LGPD?

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) é uma forma de alinhar como a coleta, armazenamento e utilização dos dados pessoais que circulam na empresa devem ser feitos. Neste caso, envolve a utilização dos cookies nos sites, assim como a política de privacidade. Inclui ainda a forma como a pessoa tem clareza em aceitar fornecer os dados e da empresa quando faz a coleta destas informações.

Para o cliente ou o visitante do site, é necessário que questões sejam claras, como:

- As informações que você está coletando são relevantes para atingir os seus objetivos?

- Como e onde a empresa fará a utilização destes dados?

- A utilização destes dados foi de livre vontade?

- Todos os dados estão seguros?

Neste caso, algumas práticas realizadas no mercado já não muito confiáveis se tornam ainda mais perigosas para a empresa. Trata-se da compra de listas de e-mails, por exemplo, que se tornam proibidas com a LGPD. Isso porque a pessoa que disponibilizou suas informações não autorizou diretamente à empresa que a mesma entrou em contato com ela.

E no mundo corporativo, a lista de e-mails comprados é só a ponta do iceberg. Companhias que já não investem em estratégias "fáceis" estão mais preparadas para aplicar a LGPD. Vale ressaltar que esta lei pode ser aplicada em todos os âmbitos do meio digital, desde a parte interna até os dados mais burocráticos.

A LGPD prevê ainda que as companhias devem informar os procedimentos para utilização e o armazenamento para o governo e também para o titular dos dados. Para isso, é necessário que as empresas desenvolvam um plano de controle de dados pessoais, contendo alguns tópicos e tendo a gestão de alguns profissionais que serão responsáveis pela iniciativa.

De acordo com a LGPD, é necessária a presença de três funções essenciais para realizar o tratamento e a gestão deste banco de dados. Estamos falando do controlador, operador e encarregado.

O controlador deve administrar todas as informações e tomar decisões no que diz respeito à maneira como os dados são tratados. Já o operador deverá colocar em prática as principais ordens e determinações já definidas anteriormente pelo próprio operador. Isso permite que o tratamento das informações seja realizado da melhor forma.

Por último, o encarregado fará a conexão entre o órgão fiscalizador e a companhia que está com os dados. Isso permite que haja um desenvolvimento e a entrega regular de relatórios. Com tudo isso, é importante que a LGPD haja de acordo com a Compliance. Mas, para isso, é necessário entender este conceito e como isso impacta uma empresa.

O que é Compliance?

Trata-se do processo que garante que a empresa esteja em conformidade jurídica com o que foi imposto. Neste caso, estamos falando da capacidade da companhia obedecer, comprometer-se com sua integridade e aplicar o que antes foi planejado. A mesma deve cumprir de forma rigorosa a legislação e aplicar no dia a dia os princípios éticos da empresa. Isso garante mais confiabilidade às pessoas envolvidas, preserva a imagem da companhia e garante maior resiliência.

O compliance vem como uma solução preventiva, garantindo que não haja problemas que possam prejudicar o futuro da companhia. Para isso, são criados programas de compliance e conformidade para desenvolver mecanismos para evitar essas falhas. E com a LGPD, podemos pensar na implementação de uma forma mais unificada.

Isso porque o compliance envolve tudo, já a LGPD trata dos dados de pessoas que circulam na empresa. Para não se perder nesta nova lei, entenda melhor os desafios para não cair em certas armadilhas.

Como adequar minha empresa para alinhar Compliance e LGPD?

Vale ressaltar que a LGPD traz inúmeras consequências em várias áreas presentes no mundo corporativo. Entre as mais afetadas, estão o direito, incluindo a trabalhista, fiscal e a empresarial. Neste caso, o DPO, responsável pela atuação do compliance na empresa, deve garantir que a LGPD esteja integrada em todas as áreas. Estamos falando de negócios e tecnologia, pontos chave no desenvolvimento das empresas.

Tudo deve estar alinhado à LGPD, desde os processos internos até os programas contratados para desenvolver as coisas no dia a dia. Além disso, vale ressaltar que o DPO deverá garantir que haja uma mudança de cultura na empresa. Todos os colaboradores devem estar envolvidos com a LGPD para desenvolver bem o tratamento de dados. A conscientização é a melhor forma de ter sucesso na implementação.

Como aplicar a LGPD na companhia em Compliance?

O primeiro ponto que vale a pena destacar é que será necessário indicar um responsável por aplicar e desenvolver a lei na empresa. O DPO, como já citamos anteriormente, ainda não possui uma formação específica no Brasil, mas deve ter formação em Riscos, Formação em Compliance e formação em Tecnologia e Segurança.

A lei garante que haja este encarregado para assumir o comando da implementação, podendo ser terceirizado com uma consultoria em caso de ausência de profissionais internos.

E neste primeiro momento, muitas empresas estão buscando estas consultorias para iniciar o processo. Esta ajuda externa é especializada e capaz de otimizar o trabalho de implementação. Porém, o valor pode ser um ponto que faz algumas empresas reconsiderarem e desenvolverem um time interno.

Com a LGPD aplicada, podemos observar alguns benefícios, como prevenção a erros e o conhecimento compartilhado. De uma forma constante, o alinhamento entre a LGPD e o compliance possibilita que a empresa tenha um futuro com resultados escaláveis.

Para se manter familiarizado, busque uma consultoria ou se mantenha atualizado com as informações. Ainda não há uma estruturação sobre como será a fiscalização no Brasil, mas quanto antes estiver alinhado, menos problemas terá.

Assine a nossa newsletter e receba toda semana as principais informações que vão alavancar os resultados do seu negócio.


1 COMENTÁRIOS

Comentários:

Shawnjag - http://zrenieblog.ru/

01/03/2021 - 20:03

<a href=http://zrenieblog.ru/>Detail</a>: <a href=http://zrenieblog.ru/>http://zrenieblog.ru/</a> http://zrenieblog.ru/ <a href="http://zrenieblog.ru/">http://zrenieblog.ru/</a> 歷史 六七千年前的先民就開始釣魚。周文王曾和兒子們在靈沼釣魚取樂。戰國時范蠡也愛釣魚,常把所釣之魚供給越王勾踐食用。 二十世紀八十年代,中國大陸的各級釣魚協會成立,釣魚地點也從自然水域向養殖水域過度,所釣之魚則從粗養向細養過度。人數增多、水體污染及濫捕濫撈導致釣魚難度上升。釣魚協會開始與漁民和農民簽訂文件,使更多釣者能夠在養殖水域釣魚,達到了雙贏的目的。 二十世紀九十年代初,來自台灣的懸釣法走紅大陸,各地開始建造標準釣池。 二十世紀末,發達國家的釣者提倡回顧自然,引發新一輪野釣戰,而中國的釣者則更青睞精養魚池。<>] 工具 一种钓鱼竿机械部分示意图 最基本的钓具包括:鱼竿、鱼线、鱼钩、沉坨(又名沉子)、浮标(又名鱼漂)、鱼饵。<>]:1其他辅助钓具包括:失手绳、钓箱、线轮、抄网、鱼篓、渔具盒、钓鱼服、钓鱼鞋等。<>]:1 钓竿一般由玻璃纖維或碳纖維轻而有力的竿状物质製成,钓竿和鱼饵用丝线联接。一般的鱼饵可以是蚯蚓、米饭、蝦子、菜叶、苍蝇、蛆等,现代有专门制作好(多数由自己配置的半成品)的粉製鱼饵出售。鱼饵挂在鱼鉤上,不同的對象鱼有不同的釣組配置。在周围水面撒一些誘餌通常会有較好的集魚效果。 钓具 鱼竿 主条目:鱼竿 钓鱼的鱼竿按照材质包括:传统竹竿、玻璃纤维竿、碳素竿,按照钓法包括:手竿、矶竿、海竿(又名甩竿),按照所钓鱼类包括:溪流小继竿、日鲫竿(又名河内竿)、鲤竿、矶中小物竿。<>]:6-8 鱼钩 主条目:鱼钩 鱼钩就是垂钓用的钩,主要分为:有倒钩、无倒钩、毛钩。<>]:14 鱼线 主条目:鱼线 鱼线就是垂钓时绑接鱼竿和鱼钩的线,历史上曾使用蚕丝(远古日本)、发丝(江户时期日本)、马尾(西欧)、二枚贝(地中海)、蛛网丝(夏威夷)、琼麻(东南亚)、尼龙钓线(美国)。<>]:25 鱼漂 主条目:鱼漂 鱼漂又名浮标,垂钓时栓在鱼线上的能漂浮的东西,主要用于搜集水底情报,查看鱼汛,观察鱼饵存留状态,以及水底水流起伏变化。<>]:36 鱼饵 主条目:鱼饵 鱼饵分为诱饵和钓饵,是一种用来吸引鱼群和垂钓时使用的物品,钓饵分为荤饵、素饵、拟饵、拉饵。<>]:170 沉子 主条目:沉子 沉子又名沉坨、铅锤,是一种调节鱼漂的工具。<>]:45 卷线器 主条目:卷线器 卷线器主要安装在海竿和矶竿上的一种卷线的工具。<>]:63 连结具 主条目:连结具 连结具是连结鱼线与钓竿、母线与子线的一种连结物,使用最广泛的是连结环。<>]:55 识鱼 鱼类的视力不如人类,距离、宽度均无法和人类的视力比较,鱼类对水色、绿色比较敏感,鱼类的嗅觉非常灵敏,鱼类的听觉也非常灵敏,钓鲤鱼时,不能在岸上大声谈笑、走动不停,鱼类的思考能力非常弱,鱼类应对周边环境随着气象、水温、水色、潮流、流速、水量的变化而变化,于是便出现了在同一个池塘、水库、湖泊,往日钓鱼收获大,今日少,上午收获大,下午少,晴天大,雨天少等情况。<>]:114-117淡水钓鱼,中国大陆经常垂钓的鱼类对象是本地鲫鱼、日本鲫、非洲鲫、鲤鱼、游鱼、罗非鱼、黄刺鱼(黄鸭叫)、黄尾、鳊鱼、青鱼、草鱼、鲢鱼、鳙鱼,台湾经常垂钓的鱼类对象是本地鲫鱼、日本鲫、吴郭鱼(罗非鱼)、溪哥仔和红猫(粗首马口鱲)、斗鱼、罗汉鱼、苦花、三角姑(河鮠)、竹蒿头(密鱼)。<>]:117 影响鱼类的6大因素主要是:季节变更、气温高低、水的涨落、风的大小、水的清浊、天气阴晴


Deixe um Comentário